Casa de Camilo

Camilo Castelo Branco

Camilo Castelo Branco
"desenhos do rui" clicar na imagem

Seide Saúda-vos!

15 de fevereiro de 2010

Os Pseudónimos de Camilo Castelo Branco

Entre 1851 e 1890, e durante quase 40 anos, escreveu mais de duzentas e sessenta obras, com a média superior a 6 por ano, redigidas à pena, logo sem qualquer ajuda mecânica. Prolífico e fecundo escritor deixa obras de referencia na literatura lusitana.


Apesar de toda essa fecundidade, Camilo Ferreira Botelho Castelo Branco, não permitiu que a intensa produção prejudicasse a sua beleza idiomática ou mesmo a dimensão do seu vernáculo, transformando-o numa das maiores expressões artísticas e a sua figura num mestre da língua portuguesa. De entre os vários romances, deixou um legado enorme de textos inéditos, comédias, folhetins, poesias, ensaios, prefácios, traduções e cartas – tudo com assinatura própria ou os menos conhecidos pseudónimos tais como:
Manoel Coco

Saragoçano

A.E.I.O.U.Y

Árqui-Zero

Anastácio das Lombrigas[1]
 
 
 

Pseudónimos de Camilo
Na sua longa carreira de profissional das letras, Camilo assinou os seus trabalhos com vários nomes:
1849:
O Cronista

Fouché

Ninguém

Saragoçano

1849/51:
Anastácio das Lombrigas

1850/51:
Carolina da Veiga Castelo Branco

1851:
Anacleto dos Coentros

1852:
AEIOUY

C.da Veiga

A Voz da Verdade

1853:
Visconde de Qualquer Coisa

1854:
O Antigo Juiz das Almas de Campanhã

1855:
José Mendes Enxúdio

D. Rosária dos Cogumelos

1856/58:
João Júnior

1858:
Manuel Coco

1858/59:
Modesto

1861:
Felizardo

1887:
Egresso Bernardo de Brito Júnior

Sem data:

Arqui-Zero

 

3 comentários:

tulipa disse...

Olá Lucília

Quero deixar também aqui o comentário que deixei no blog do Eduardo, sobre um soneto de Camilo Castelo Branco.

Começo por te agradecer a partilha de tão belo soneto de Camilo, pelo que é de tão realista e actualizado aos tempos em que vivemos.

Todos nós infelizmente sabemos, que os amigos, nas horas más, se evaporam, por uma ou por outra razão, geralmente lamentável.
Só que...muitos não o querem admitir!

Tenho andado um pouco mais ausente do que o costume, revezes da vida!!!

Em breve mostrarei as fotos sobre alguns minutos de namoro que mantive com o Oceano na zona de Peniche, foi mágico!!!

Beijokas. Tulipa

Bom Carnaval.

jefhcardoso disse...

Estive no blog da Astrid onde tomei conhecimento da história de uma sensível artesã. Não sabia das dificuldades do ofício, como o aumento da dificuldade devido ao forte calor do verão; os trabalhos dela são lindos!
Conheci também um pouco mais de Pitágoras ao ler a postagem da Astrid. Li sobre o programa que lhe rendia rosas, e foi lá no “A Dinâmica do Invisível” que encontrei o seu rosto no quadro de seguidores.
Então quero lhe convidar a conhecer o meu blog http://jefhcardoso.blogspot.com e quem sabe ganhar mais uma amiga para o meu lugar.
Obrigado pela atenção e abraço: Jefhcardoso.

jefhcardoso disse...

Camilo Castelo Branco... enriquecedora essa sua postagem e apaixonante. Parabéns e obrigado por dispor algo tão agradável!

Abraço: Jefhcardoso.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Casa de Camilo - Noites de Insónia

«As “Noites de Insónia” têm como finalidade a descoberta de formas diferentes de aproximação aos textos camilianos, através da discussão em grupo de determinadas obras, escolhidas previamente. Do gosto pela leitura e da conversa sobre o que se lê, da troca de opiniões, de pontos de vista, de associações, procuraremos criar cumplicidades e desenvolver o gosto por uma leitura mais activa e partilhada da obra do romancista de Seide.» http://camilocastelobranco.org/index2.php?co=569&tp=6&cop=260&LG=0&mop=604&it=evento_lst Coordenadores: 2009 - Professor Cândido Oliveira Martins - Universidade Católica de Braga 2010 - Professor Sérgio Guimarães de Sousa - Universidade do Minho 2011 - Prof. João Paulo Braga

Encontros 2012 - Professor Sérgio

15 Fevereiro - "Memórias do Cárcere" - Discurso Preliminar
7 Março - "Memórias do Cárcere" - Do I capítulo ao V

Encontros 2011 - Professor Paulo

2011 "A Viúva do Enforcado" - 16 de Novembro - 21:30 "A Filha do Arcediago" - 19 de Outubro - 21:30 "As Aventuras de Basílio Enxertado" - 21 de Setembro - 21:30 "Maria Moisés" - 9 de Julho - 21:30 "O Cego de Landim" - 15 de Junho - 21:30 "O Retrato de Ricardina" - 4 de Maio - 21:30 "A Corja" - 6 de Abril - 21:30 "Eusébio Macário" - 9 de Março - 21:30 "A Sereia" - 9 de Fevereiro - 21:30

Encontros 2010 - Professor Sérgio

"Memórias de um suicida" - 30 de Novembro - 20h "O que fazem Mulheres" - 6 de Outubro - 21:30h "O Amor de Perdição" - 16 Junho - 20h "O Senhor do Paço de Ninães" - 21 Abril - 21h30 "Anátema" - 24 Março - 21h30 "A Bruxa de Monte Córdova" - 24 Fevereiro - 21h30 "A Queda dum Anjo" - 20 Janeiro - 21h30

Encontros 2009 - Professor Cândido

"Estrelas Propícias" - 11 Novembro - 20h "A Brasileira de Prazins" - 21 Outubro - 21h00 "Novelas do Minho" - 16 Setembro - 21h30 "Coração, Cabeça e Estômago" - 17 Junho - 21h30 "Vinte horas de Liteira" - 22 Maio - 21h30 "Memórias do Cárcere" - 30 Abril - 21h30